September 21, 2017

September 16, 2017

September 8, 2017

September 7, 2017

Please reload

Posts Recentes

Entrevista Record News 20/04/2019

April 22, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Embolia Pulmonar: Elimine essa Dúvida!!

September 15, 2017

 

 

 

“A melhor prevenção é o conhecimento”. E, no caso da embolia pulmonar não poderia ser diferente. Você já parou para pensar em quais atitudes poderia tomar para evitar este risco numa cirurgia plástica?

Muitas mulheres prestes a realizar este tipo de procedimento têm dúvidas.

Vale lembrar que, apesar de assustar muitas pessoas que buscam realizar procedimentos cirúrgicos, a embolia pode ser prevenida ou, se necessário, tratada. A seguir, você vai conhecer detalhes importantes sobre a doença, como:

  • Entender o que é embolia pulmonar

  • Saber o que causa embolia pulmonar

  • Conhecer os sintomas de embolia pulmonar

  • Aprender como evitar a TEP

  • Descobrir se a embolia pulmonar tem cura

 

O que é embolia pulmonar?

 

 

 

A embolia pulmonar, conhecida também como tromboembolismo pulmonar, trombose pulmonar ou pela sigla TEP, é um problema ocasionado quando uma ou mais artérias dos pulmões ficam obstruídas por um coágulo sanguíneo. Com isso, ocorre dificuldade na:

  • Respiração

  • Oxigenação do sangue

  • Circulação do sangue

Tudo isso resulta em problemas graves para sua saúde. Na maior parte dos casos de embolia pulmonar, os coágulos (que são partes sólidas do sangue) formam-se nas pernas, por exemplo, ocasionados pela trombose.

Contudo, em ocasiões de menor frequência registrada, os coágulos podem ser originados em outras partes do corpo.

Apenas para contextualizar, a trombose é caracterizada pela coagulação excessiva do sangue no interior das veias. Isso causa a obstrução delas e, nos casos mais graves, os trombos (ou coágulos), desprendem-se dessas veias, percorrem a circulação sanguínea, podendo alcançar os pulmões, causando a tal da embolia pulmonar.

 

O que causa embolia pulmonar? 

 

 

 

Ficar sentada trabalhando por horas a fio sem mudar de posição pode até ser cômodo para algumas pessoas, mas fique atenta, este é um fator de risco para desenvolver a embolia pulmonar.

Isto porque ao ficarmos muito tempo deitada ou sentada, nosso sangue começa a se acumular em determinado local do nosso corpo. E, as pernas são as partes mais afetadas.

Mas não precisa ficar desesperada, pois na maioria das vezes este acúmulo de sangue não provoca grandes transtornos, porque ao se levantar o sangue volta a circular. Inclusive, no pós-operatório de uma cirurgia plástica o médico vai indicar pequenas caminhadas para você.

Confira abaixo mais alguns fatores de risco para o tromboembolismo pulmonar:

  • Uso de anticoncepcionais com estrógeno

  • Reposição hormonal

  • Obesidade

  • Tabagismo

  • Insuficiência cardíaca

  • Idade superior a 40 anos

  • DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), como bronquite crônica ou enfisema

  • Distúrbios na coagulação do sangue

  • Imobilização Prolongada

  • Sedentarismo

  • Uso de anestesia geral. Por isso, sempre que possível, prefira a peridural

 

Sintomas de embolia pulmonar

 

 

 

Agora que você aprendeu o que é e quais são as principais causas que provocam a TEP, fica a curiosidade sobre embolia pulmonar, sintomas para identificar a doença. Confira abaixo os principais:

  • Falta de ar, sem relação com problemas de respiração comuns como gripe, rinite, sinusite, bronquite, entre outros

  • Tosse seca

  • Dores no peito ao respirar

  • Ritmo cardíaco anormal com acelerações repentinas

  • Respiração rápida

Se você está sentindo com frequência um ou mais sintomas citados acima, procure um médico URGENTE, faça uma consulta e não corra riscos mais graves!

 

Como evitar a TEP? 

 

 

 

A trombose pulmonar tem como medidas preventivas ações simples e perfeitamente capazes de serem incorporadas ao nosso dia a dia, como a inclusão de atividades físicas.

Praticar exercícios físicos regularmente é um hábito que faz bem para a saúde de um modo geral e, também, ajuda muito no caso de Tromboembolismo Pulmonar.

Claro que após a sua cirurgia plástica, você deve respeitar os cuidados de pós-operatório, mas isso não significa ficar imóvel.

O próprio cirurgião recomenda que você faça pequenas caminhadas para manter a movimentação da circulação sanguínea.

Neste período é importante tomar bastante líquido e deixar as pernas sempre elevadas quando você estiver deitada ou sentada.

O uso de meias de compressão também é uma forma de prevenção contra a trombose no pulmão. Neste caso a meia promove uma pressão externa graduada, reduzindo a pressão venosa interna.

Ao fazer uma cirurgia plástica, ainda na fase pré-operatória, o médico especializado vai fazer uma avaliação e dependendo do tempo da operação ele vai indicar o uso do Sequel®. Este aparelho cirúrgico simula uma caminhada, mantendo a circulação ativa.

 

Embolia pulmonar tem cura?

 

 

 

Assim como na maioria das doenças, o tempo do diagnóstico e tratamento é crucial para a cura do tromboembolismo pulmonar.

ATENÇÃO! Esta parte é muito importante, pois a embolia pode levar pacientes à morte se não for tratada rapidamente. Isto porque com o tempo, os coágulos vão se movimentando por meio dos vasos sanguíneos e podem chegar até o pulmão, ocasionando sérias complicações.

Para reverter este quadro, os médicos costumam usar medicamentos anticoagulantes, que retardam e diminuem a formação deles em nosso corpo. Além disso, em casos extremos e urgentes, os êmbolos podem ser removidos cirurgicamente.

 

Tromboembolismo pulmonar sem medo!

 

 

 

Embolia pulmonar é um assunto sério e exige atenção. Adotando ações preventivas e, se necessário, realizando um diagnóstico TEP rápido, nós podemos reverter esta situação.

Por isso, ao escolher sua clínica de cirurgia plástica, opte por um local que tenha cirurgiões plásticos especializados e com experiência comprovada – não tenha vergonha de pedir o currículo do Médico!

É muito importante saber o histórico do profissional que vai te atender, afinal você confia algo muito precioso nas mãos dele, sua própria vida. Por isso, na Dream Plastic as pacientes recebem os currículos dos cirurgiões plásticos atualizados.

Verifique se o local tem uma estrutura completa para oferecer um atendimento completo do pré ao pós-operatório, com equipes de anestesia, enfermagem e fisioterapia.

Veja se a clínica tem boas recomendações e pacientes satisfeitas. Você pode fazer isso por meio da internet. Assim, ao realizar o sonho de fazer a sua cirurgia plástica você NÃO:

  • Corre o risco de ser operada por um cirurgião sem experiência, incapaz de fazer uma boa análise e indicar as melhores ações preventivas contra a embolia.

  • Sofre riscos desnecessários por escolher um local que não segue os devidos protocolos de segurança.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Este site obedece às Normas e Diretrizes do CODAME (Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos), de acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM). Os Assuntos aqui abordados têm apenas o intuito de informar a população. Sempre consulte o seu médico antes de ser submetido a qualquer tipo de tratamento

Santos & Região: (13) 32242294 / (13) 997533819

São Vicente: (13) 32080800

Boituva & Região: (15) 33631544 / (15) 997423665

Bauru & Região: (14) 32232600

Contatos:

© Todos direitos reservados Fabricio Francischone